Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
29/07/21 às 14h53 - Atualizado em 29/07/21 às 15h54

DF Legal apreende 10 caminhões na Operação Caça Clandestinos

Em 15 dias da Operação Caça Clandestinos, 10 caminhões que faziam transporte irregular de resíduos sólidos foram apreendidos pela Secretaria DF Legal. O trabalho de combate ao descarte irregular de lixo e entulhos tem sido realizado em locais previamente mapeados pelas equipes da Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos (Sufir).

 

Ali, os inspetores

realizam as fiscalizações

de pequenos e grandes geradores,

aplicam multas e as apreensões  de veículos. As pessoas que insistem em realizar esse tipo de ilegalidade  precisam estar cientes que, sendo feito o flagrante, os veículos serão apreendidos e levados ao depósito da DF Legal, de onde somente sairão após o pagamento de todas as taxas”, alerta o subsecretário de Fiscalização de Resíduos Sólidos, José Ribamar. 

O trabalho de combate ao descarte irregular de lixo e entulhos tem sido realizado em locais previamente mapeados pelas equipes da Subsecretaria de Fiscalização de Resíduos (Sufir).

O subsecretário explica que apenas o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e as cooperativas autorizadas é que podem recolher resíduos sólidos, que vão de restos de construção a lixo reciclável.

Só pode fazer esse tipo de transporte aqueles que são grandes geradores e autorizados pelo SLU. Qualquer outro tipo de pessoa que não tenha o CTR (Certificado de Transporte de Resíduos) ou a autorização do Ministério do Meio Ambiente estarão sujeitos a penalidades e a multas também”, completa.

A multa para quem realiza o descarte irregular pode ir de R$ 5 mil a R$ 22 mil, além das demais taxas pela “hospedagem” do veículo no pátio da pasta. A depender do local onde ocorra o descarte irregular, o responsável ainda pode responder por crime ambiental.

 

Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DF LEGAL

SIA trecho 3 Lotes 1545 e 1555 CEP:71.200-039 Telefone: (61) 3961-5125/5126 - Ouvidoria: 162 (denúncias)